A volta do Cobogó!

Assim como na moda, a arquitetura também costuma resgatar a história para lançar novas tendências, e o que voltou com tudo foi o Cobogó.

Cobogó é o nome pelo qual foi batizado o elemento vazado, inicialmente feito em cimento.

O nome excêntrico veio do sobrenome de três engenheiros que o criaram: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de is. Criado em Recife, no ano de 1929, o COBOGÓ foi muito popularizado a partir da década de 50 no Brasil, com forte influência na arquitetura modernista.

Atualmente, existem no mercado peças em cerâmica, vidro, porcelana, madeira, gesso, concreto, granito, aço e até mármore. Hoje eles representam uma variedade de formatos com figuras geométricas, florais e, dependendo da necessidade, alguns fabricantes produzem por encomenda. Também passou a ser utilizado como divisória ou elemento decorativo em uma parede, conferindo privacidade aos ambientes.

O Cobogó é um elemento arquitetônico muito interessante pois permite a entrada da luz natural e ventilação, trazendo a garantia de conforto térmico, além de conferir descontração e beleza aos projetos.

Cobogó na Farm de Ipanema

Abaixo dica de alguns sites onde pode se encontrar os COBOGÓS:

NeoRex

Cerâmica Martins

Elemento V

Grades de Concreto

Share and Enjoy:
  • Twitter
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us

Comente!

Tags